EXercíciO UM - Exercitando o pensar!
   



BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese
   
Histórico
Outros sites
Pepê e Sossô
Blog da Poesia Brasileira
Liquidificador de Idéias!
Turismo e Sociedade - Fabrizio Moschetto
1ª Convenção de Turismo CEFETSP
Blog do Leonidio
BRA HEXA
CURTA_POESIA
Mais Palavras

Votação
Dê uma nota para meu blog

 


Fecham-se ciclos
e novas perspectivas
naturalmente são projetadas,
consciente ou inconscientemente!
 
                                                               M. Leonidio


Escrito por Marcos Leonidio às 12h17
[] [envie esta mensagem] []





sina do sertanejo
 
 

 
no veio da terra
              ressecada
da caatinga
              dissecada
pela estiagem
                 sem-fim
                  o que será de mim?
 
sertanejo
          quérendo umidade 
                chuva abundante 
          não tenho mai lágrima
              suplico humanidade
          e não tenho mai vontade
              de ir pra cidade
              quéro minhas raízes
                  tomar banhi  de rio
                  dançar meu baião 
                        com minha nega  
                  arrastando poeira
              tomar minha cachaça
                  falando besteras
 
sô cabra-da-peste
          mai  definhando
                  feito o gado fantasma
      que pastava no meu pedaço-de-terra
 
a tristeza no oiar
          dos meus onze fi
              me trazem um ar amargo 
              de condenação quase definitiva
 
      não vô desisti
          vô rezar pra Padim Ciço
                           Ele há de me guiá
 
      do meu sertão
              não me vô 
                      aqui nasci
                      ninguém vai me tirá daqui
 
              o diabo
                          é que o demo
                              o coisa-ruim
                              insisti em me persuadi
                                  qué me enfraquecê  
                                      mai  só saio daqui
                                      no dia em quéu morrê [...] 
 


Escrito por Marcos Leonidio às 09h50
[] [envie esta mensagem] []




CARTA ABERTA AOS SENADORES DA REPÚBLICA E AFINS

Brasil, 13.09.2007 - Bom dia, se é que é possível!

Muitos dos senhores(as) estão de rabo preso com a prevaricação, com a covardia, com a falta de caráter, com a falta de compromisso com o país, com a falta de vergonha na cara, com a falta de bom-senso, com a falta de cidadania, com a mentira permeando até a sombra. Por que votação fechada? Para se esconder, para tentar se safar de um julgamento público, por não ter a coragem de dizer na cara do Calheiros que ele está envolvido até o último fio de cabelo nessa sujeira toda, há alguma dúvida nisso? Só se estivermos todos em estado de letargia, o que não é o caso. A sociedade brasileira não suporta mais esses "circos armados" por vocês do poder, é hora de fazer uma limpeza, doa a quem doer. Não adianta achar que nós eleitores continuaremos sistematicamente errando e elegendo gente como você aí que está lendo este e-mail nesse momento, se liga, a verdade virá à tona e sua carreira política vai para o ralo e para as páginas policiais dos jornais. Agora se você aí, faz parte da minoria que tenta a todo custo elucidar essa história espúria, apadrinhada por interesses escusos, me perdoe e siga firme, seu papel é fundamental.
Tome vergonha na cara, quem não teve peito para votar pró-cassação do Calheiros, é porque tem o rabo preso e compactua com as coisas mais sórdidas que estão incrustadas na política brasileira.

E quem se absteve, COVARDE em dobro, quis favorecer o Calheiros e não teve coragem de admitir.

Acordem, essa história não ficará assim, a imprensa há de dissecar todos essas denúncias, PARABÉNS à aqueles que estão entendendo a mensagem da Nação.


 



Escrito por Marcos Leonidio às 16h10
[] [envie esta mensagem] []





Manter-se distante de certas coisas,
pode nos agregar valores importantes [...]
Ou pode nos tornar cordeiros, reféns,
facilmente manipuláveis!


Escrito por Marcos Leonidio às 16h02
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]